Blog da Cidha Cunha

terça-feira, 31 de maio de 2011

Agora pedem pra eu me comportar?


Desde pequena eu via coisas estranhas na TV!



VEJAM O QUE ELES FAZIAM:



Agora pedem pra me comportar!!!








O Tarzan corria pelado...



Cinderela chegava em casa meia noite...


Aladim era ladrão...
Batman dirigia a 320 km/h...



Pinóquio mentia...


Salsicha (Scooby-Doo) tinha voz de maconheiro, via fantasma e conversava com o cachorro...

Zé Colméia e Catatau eram cleptomaníacos e roubavam cestas de pic-nic...

Branca de Neve morava na boa com 7 homens (pequenos)...

Olívia Palito tinha bulimia;

Popeye fumava um matinho suspeito!!!



Pac Man corria em uma sala escura com musica eletrônica comendo pílulas que o deixavam ligadão;

Super Homem locão, colocava cueca por cima da calça;


A Margarida namorava o Pato Donald e saía com o Gastão;


Olha os exemplos que eu tive!

Tarde demais!

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Amanda Gurgel em SC apoiando a Greve Dos Professores Parte 1

Amanda Gurgel em SC/ parte 2

Temos o direito de lutar sim..pra sermos profissionais da educação valorizados!

A nossa profissão durante décadas foi confundida com uma questão de caridade..nós somos confundidas com familiares pois éramos chamadas de tia,não nos viam como profissionais da educação,mas como uma pessoa que está dentro da escola pra trabalhar por amor...como se só o amor bastasse,sabendo que você tendo um vinculo afetivo com o seu aluno ,fosse o suficiente pra dizer...”Pronto você ama seu aluno, seu aluno te ama então faça por amor e pode pagar suas contas com esse amor que você tem.


Vigília do “DIA D” presença da profª Amanda Gurgel



VIGÍLIA DO DIA D!!!

Os profissionais da educação de SC,em greve desde o dia 18 de maio,promovem hoje uma grande vigília,o “Dia D”,com a participação da professora Amanda Gurgel.

Esse evento aconteceu na Praça Ivo Campos em frente à a Assembleia Estadual de Santa Catarina (ALESC)em Florianópolis.Professores de Criciúma,Nova Trento,Itajaí ,entre outras cidades do Estado,vieram até a capital recepciona-la. Amanda participou do movimento de greve dos professores estaduais de Santa Catarina, falando sobre várias questões trazidas pelos presentes. Também falou sobre gestão democrática, sobre sua participação partidária dentre outros assuntos.Segundo ela,no RN os professores estaduais estão a um mês em greve e não receberam resposta do governo."Percebo que o movimento ganha corpo no pais e não só pelo piso,mas também pelo investimento de 10% do PIB(Produto Interno Bruto) na educação" comentou .

.

sábado, 28 de maio de 2011

Nova Vitória do SINTE no TJSC: Ação Coletiva do Prêmio Educar nas Férias


O SINTE GANHA EM SEGUNDA INSTÂNCIA A AÇÃO COLETIVA PARA RECEBIMENTO DO PRÊMIO EDUCAR NAS FÉRIAS

> A Assessoria Jurídica do SINTE/SC traz ao conhecimento da categoria a
mais recente vitória de toda a Categoria no Magistério no TJSC, com o
julgamento procedente da Ação Coletiva para o Recebimento do Prêmio
Educar nas Férias (Apelação Cível n. 2011.011477-4).

> Em pouco mais de um ano, desde o seu ingresso, a Ação Coletiva do
SINTE/SC já foi julgada favorável em primeira instância e, no dia
26.05.2011, foi confirmada pelo TJSC, em grau de recurso do Estado. A
rapidez do julgamento demonstra a importância das ações coletivas do
SINTE/SC, em benefício de toda a categoria e um tempo de processo bem
mais reduzido!

> Não havendo novos recursos do Estado, o processo já retornará para
implantação dos valores para as próximas férias, bem como a cobrança
dos valores atrasados! Como é uma Ação Coletiva, deverão ser
beneficiados todos os atuais professores associados ao SINTE/SC e os
professores que estiverem associados (novos) até a execução da ação!

> Por isso, estamos pedindo a divulgação em toda as escolas da Rede
Pública Estadual, para que todos os professores ativos possam buscar
mais esse direito, referente às férias de 2009, de 2010, de 2011 e as
seguintes, até o cumprimento da decisão!

> Segue, ainda, a lista de documentos que deverão ser encaminhados ao
SINTE/SC pelos interessados:

> a) procuração individual de todos os interessados (NÃO PRECISA
RECONHECER FIRMA);
b) pedido de assistência individual de todos os interessados (NÃO
PRECISA RECONHECER FIRMA);
c) ficha financeira a contar de 2008 ou contra-cheques (mecanizadas) a
contar de outubro de 2008.

> OBS: NÃO SERÁ NECESSÁRIO RECONHECER A FIRMA NOS DOCUMENTOS!

> Para os associados que já mandaram os seus documentos para essa ação,
não é necessário mandar os documentos novamente, já que todos os
documentos enviados já estão vinculados à Ação Coletiva n.
023.09.071506-6. Entretanto, para os professores que ainda não

mandaram seus documentos, solicitamos que os encaminhem para que
possamos providenciar as cobranças na Ação Coletiva.

> Lembramos que todos os professores que estavam na ativa até, pelo
menos, janeiro de 2009, têm direito ao Prêmio Educar nas Férias, se
recebiam o Prêmio Educar nos meses anteriores às férias´. Também terão
direito os professores que somente não recebiam por conta do corte
ilegal da vantagem (casos de readaptação, licença para tratamento de
saúde, licença para tratamento de pessoa da família, licença gestação,
licença especial, licença prêmio, etc.), que deverão, afora os

documentos acima referidos, juntar ficha funcional completa.

Essa infomação deve ser divulgada em toda as escolas da Rede Pública Estadual!

sexta-feira, 27 de maio de 2011

quinta-feira, 26 de maio de 2011

GREVE EM SC CONTINUA...FIQUE POR DENTRO


Calendário De Atividades da GREVE


Dia 27 de maio (sexta-feira)

- 9hs : Visita as escolas de São José e Florianópolis. Participem! Concentração as 9:00 horas no SINTE (Rua Vidal Ramos, 5 andar, Centro).

- 14hs : Concentração na frente da SED com coleta de assinaturas para apoiar as reinvindicações dos professores.


Dia 30 de maio (segunda-feira) – DIA “D”


- Das 8h às 18h :
Vigília na praça Tancredo Neves, em frente à Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina para forçar a abertura de novas negociações. Levar coisas para passar o dia (comida, futebol, cartas, churrasco, brechó, atividades culturais, fiquem a vontade para criar).
- 15h : Presença de
Amanda Gurgel (Professora do Rio Grande do Norte).
- 18h :
Ato das luzes saindo da praça Tancredo Neves e com encerramento no TICEN. Todos de roupa branca, velas, etc.



Profissionais da Educação de SC, assediados pela Secretaria da Educação



TERRORISMO PSICOLÓGICO...

Diante desse documento percebemos claramente a intenção da senhora Elizete Melo em amedrontar os professores ACT's.Uma atitude autoritária, usando do argumento de que, caso estes tenham fim do contrato neste período de greve não poderão ter seu contrato prorrogado.É um momento de muita tensão, onde profissionais são pressionados, levando-os a se colocar um contra o outro e provocando até mesmo inimizades e conflitos; Vale lembrar que as conseqüências dessas (= pressões=) podem repercutir mais a frente no nosso cotidiano, com sérias interferências na qualidade de vida, gerando desajustes sociais e possiveis transtornos psicológicos.É muita insanidade vindo de alguém que exerce um cargo público,sendo assim, essa atitude mostra o desespero do Governo diante de um movimento de greve que vem crescendo a cada dia, ganhando a simpatia da imprensa e da sociedade catarinense. Em todas as regiões do Estado, há manifestações de estudantes e pais à favor dos professores e contra o Governo que deixa de cumprir a Lei!


=>DOCUMENTO ASSINADO PELA DIRETORA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO E PELA DIRETORA DE EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONALIZANTE GILDA MARA.

Fonte: http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2011/05/491078.shtml

quarta-feira, 25 de maio de 2011

BALANÇO DO DIA (ALESC)=> PISO/MP

Balanço do Dia
25/05/2011 - 17h38min

Nas discussões em plenário, o tema predominante foi a mobilização do magistério estadual pelo cumprimento do piso nacional da educação. Os deputados de oposição criticaram a iniciativa do governo do Estado de encaminhar a Medida Provisória 188/2011, prevendo reajuste apenas para os professores em início de carreira, que terão o salário equiparado ao piso nacional de R$ 1.187. A medida, conforme a deputada Ana Paula Lima (PT), “extinguirá o plano de carreira do magistério estadual”, pois achata os salários.
A deputada Luciane Carminatti (PT) afirmou que a lei instituindo o piso foi a maior conquista da educação no Brasil. O governo não tinha intenção de cumpri-la, caso contrário teria enviado ao Ministério da Educação a planilha de custos mostrando que não tinha recursos para pagar o piso. “O Executivo preferiu entrar na justiça para não pagar.” A parlamentar tem convicção de que há recurso no orçamento para reajustar a tabela de salários de toda a categoria, por isso reivindica que o governo retome a negociação.
Na condição de líder interino do governo, o deputado Jean Kuhlmann (DEM) colocou-se à disposição para intermediar as negociações entre o governo e os professores, com a participação dos parlamentares.
O procedimento do governo do Estado está equivocado, pois afronta a Constituição, segundo o deputado Padre Pedro Baldissera (PT). “A Constituição diz que não se pode legislar sobre salários por meio de medida provisória, para isso deve ser usado o instrumento da lei complementar.” Ainda de acordo com o parlamentar, o Tribunal de Contas do Estado tem se posicionado pela exclusão dos inativos da folha para fins de cálculo do percentual obrigatório destinado à educação, que é de 25% da receita.
Na mesma linha, o deputado Jailson Lima (PT) qualificou a MP como “uma medida de desgoverno para a educação”, ação que acaba com o estímulo ao aperfeiçoamento dos professores. Assim como os demais parlamentares, ele defendeu a abertura do diálogo, por parte do governo. Já a deputada Angela Albino (PCdoB) defendeu o retorno imediato do governador, que está em missão internacional. “A situação é de calamidade e exige o imediato retorno do governador. Essa medida provisória não pode sobreviver e somente o governador pode tomar essa decisão.”
Referindo-se à situação dos professores, o deputado Aldo Schneider (PMDB) afirmou ter convicção de que “é possível encontrar uma possibilidade de diálogo para aquilo que num primeiro momento parece distante.” Em aparte, Jean Kuhlmann complementou que “o diálogo, a convergência e a busca de soluções fazem parte da atividade parlamentar”.
Assim como os colegas que o precederam na tribuna, o deputado Sílvio Dreveck (PP) destacou que “o governo deve dialogar e propor um escalonamento do pagamento, se não tem condições de pagar imediatamente. Não pode haver uma ruptura com os professores, como está ocorrendo”. O deputado Reno Caramori (PP) tem opinião semelhante e afirmou que os professores precisam de uma resposta do Estado para que não fiquem desmotivados. “Quero crer que, no retorno do governador Raimundo Colombo, haverá uma solução pacífica.”
Para o deputado Sargento Amauri Soares (PDT), a MP 188 propõe “trocar um monte de direito por um pouquinho de dinheiro, o que é um mau negócio para todo servidor público”. Ele parabenizou o magistério estadual pela unidade demonstrada na mobilização.



Vamos continuar com esperança, fé e garra! Com a nossa união teremos o Piso aplicado na carreira!!!
Bjssss a todos!

Indignação dos profissionais da educação


"QUE A EMENDA-PROVSÓRIA NÃO SEJA APROVADA"


Sou profissional da educação da rede Estadual, atuo na escola Emérita Silva e Souza, em Biguaçu. Envio essas palavras também em nome dos meus colegas de trabalho.que assim como eu, estão indignados com esta situação.


Senhor Deputado


Nós profissionais da educação queremos registrar nossa indignação frente a emenda-provisória que nos desrespeita,ferindo a LDB e a lei do piso que deve ser implantada na carreira.
Não parece contraditório, primeiro os professores são obrigados a ter uma habilitação a nível superior e a grande maioria investiu e cumpriu a determinação;Agora já formado,vão receber o mesmo salário de quem está começando a carreira?É isso? Qual é a leitura que o senhor faz dessa situação?É assim que nossos governantes pensam em melhorar a qualidade da educação com professor sem formação?
Depois do exposto acima e de tudo o que o senhor tem ouvido, esperamos seu apoio para que a emenda-provisória não seja aprovada, já que é inconstitucional.

Certo do nobre trabalho de V. Exª. e dessa Casa em defesa da educação nossos sinceros agradecimentos!


Profissionais da Educação

segunda-feira, 23 de maio de 2011

o Governo de Santa Catarina solicita aos professores em greve que retornem imediatamente às aulas

Governo publica matéria paga e desonesta na TV sobre o fim da greve. Greve continua sim, agora mais forte ainda! Chega de falsidades!!

Esse vídeo foi a mais nova arma de propaganda do Estado com o objetivo de enganar a população...Os professores continuam em greve e não receberam o reajuste conforme previsto em Lei Federal 11.738/08. Mais uma vez o Estado catarinense engana a população colocando-a contra os professores catarinenses. Professores, agora mais do que nunca, vamos nos manter UNIDOSSSSSSSSSSSSSS.




*************************************************************************************


A GREVE CONTINUA DURANTE A SEMANA

ASSEMBLEIA REGIONAL (FLORIPA E SJ): 24/05/2011 ÀS 14 HORAS - CENTRO MULTIUSO DE SÃO JOSÉ


FIQUE POR DENTRO>>>>

Professora Marta Vanelli, ex-presidente do Sinte, está mostrando como ficaria a remuneração dos professores com o pagamento do piso proposto pelo governo. O achatamento salarial é notório. O desestímulo à formação superior e especializações para subir na carreira, maior ainda. Confira:

Professor com formação de magistério que atua nos Anos Iniciais:

Vencimento inicial 1.187,00
40% regência 474,80
Premio 200,00
Vale Alimentação 132,00
Total 1.993,80

Professor com formação de magistério que atua nos Anos Finais do EF e EM:

Vencimento inicial 1.187,00
25% regência 296,75
Premio 200,00
Vale Alimentação 132,00
Total 1.815,75

Professor com formação de nível Superior que atua nos Anos Iniciais:

Vencimento inicial 1.187,00
40% regência 474,80
Premio 200,00
Vale Alimentação 132,00
Total 1.993,80

Professor com formação de nível Superior que atua nos Anos Finais do EF e EM:

Vencimento inicial 1.187,00
25% regência 296,75
Premio 200,00
Vale Alimentação 132,00
Total 1.815,75

Professor com Pós Graduação que atua nos Anos Finais do EF e EM:

Vencimento inicial 1.267,81
25% regência 316,95
Premio 200,00
Vale Alimentação 132,00
Total 1.916,76

Professor com Mestrado que atua nos Anos Finais do EF e EM:

Vencimento inicial 1.375,41
25% regência 343,85
Premio 200,00
Vale Alimentação 132,00
Total 2.051,26

Professor com Doutorado que atua nos Anos Finais do EF e EM:

Vencimento inicial 1.492,05
25% regência 373,01
Premio 200,00
Vale Alimentação 132,00
Total 2.197,06

SEM ACORDO! A GREVE CONTINUA....


Proposta do Governo é uma afronta, desvaloriza os professores, acaba com a carreira do magistério catarinense e desrespeita a categoria.

Greve vai continuar.
















domingo, 22 de maio de 2011

Desabafo da professora Amanda Gurgel

Este vídeo pode ser considerado, e acredito que é sim, o nosso clamor ,o clamor do professor público do século 21 no Brasil.

Espero,que a partir desse ‘esporro’ bem dado,que vocês levaram da professora, e que está repercutindo NACIONALMENTE, vocês, Deputados e Administração Estadual, TOMEM VERGONHA NA CARA e façam algo pela educação com urgenciaQue saiam do conforto de seus gabinetes, onde são bajulados por assessores e ‘assombrados por funcionários-fantasmas’ e PASSEM A ENXERGAR A REALIDADE DAS RUAS, seja na educação, saúde, segurança, etc.Que vocês se proponham a serem realmente os REPRESENTANTES DO POVO.


domingo, 15 de maio de 2011

Releitura da obra ABAPORU de Tarsila do Amaral


Artes
Foi feito com a turma 503 da E.E.B Profª Emérita Duarte Silva e Souza,uma releitura da obra Abaporu de Tarsila do Amaral.Alguns alunos fizeram pose no mural feito pela turma.


Tarsila pintou um quadro para dar de presente para o escritor Oswald de Andrade, seu marido na época. Quando viu a tela, assustou-se e chamou seu amigo, o também escritor Raul Bopp. Ficaram olhando aquela figura estranha e acharam que ela representava algo de excepcional. Tarsila lembrou-se então de seu dicionário tupi-guarani e batizaram o quadro como Abaporu (o homem que come).O "Abaporu" foi a tela mais cara vendida até hoje no Brasil, alcançando o valor de US$1.500.000. Foi comprada pelo colecionadorargentino Eduardo Costantini.
Após a explicação e pesquisa da obra , cada aluno fez a sua releitura da obra desenhando com muita criatividade e estilo em sua forma de observar a mesma... O resultado foi maravilhoso!!!

RELEITURA ABAPORU FEITA PELA TURMA 503 /2011

Foi uma aula muito gostosa e divertida..onde todos aprenderam brincando!!!!
As fotos deste blog foram publicadas mediante autorização dos responsáveis pelos alunos.