Blog da Cidha Cunha

sábado, 29 de junho de 2013

Garotada aprendendo xadrez na escola

O xadrez

O xadrez, que surgiu no Sudoeste da Europa na segunda metade do Século XV, é muito mais que um jogo. Como bem definiu o escritor Johann Wolfgang Goethe, há mais de dois séculos: "O xadrez é um excelente exercício mental". Tal frase é comprovada por estudos como o da Universidade de Hong Kong, que provou por meio da pesquisa do Dr. Yee Wang Fung que os estudantes que jogam xadrez têm uma melhoria de 15% em provas de matemática após o início da prática. Na Venezuela, o projeto Learning to Think Project concluiu que até mesmo o QI de uma criança pode ser aumentado por meio do treino do xadrez. Além disso, a pesquisa de William Levy, do Departamento de Educação de Nova Jersey, nos EUA, mostra que o jogo interfere também em questões pessoais, como a auto-estima e confiança.


XADREZ NA EDUCAÇÃO INFANTIL

 INTRODUÇÃO

 O projeto xadrez na educação infantil visa apresentar o jogo de xadrez de maneira lúdica. Toda aprendizagem requer atenção, sem dúvida essa é uma das qualidades mais importantes encontradas entre os jogadores de xadrez, essa qualidade tende a tornar seus praticantes observadores qualificados, mais cuidadosos com seus detalhes, mais criteriosos e capazes em suas decisões.

OBJETIVO GERAL
          Proporcionar a todos os alunos o contato com o jogo de xadrez, estendendo a oportunidade de jogar em casa com amigos e familiares.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

 ·    Desenvolver a atenção e raciocínio lógico.

·    Apresentar e familiarizar as crianças com as crianças com as peças que compõem o jogo de xadrez.

·    Ensinar a movimentação de cada peça conforme as regras oficiais do xadrez.

·              Propiciar a troca de conhecimentos integrando as famílias no desenvolvimento aplicação do projeto.

ESTRATÉGIAS

Envolver o jogo e suas peças em uma história, transformando as peças em personagens.

As aulas consistirão primeiramente apresentando as peças e o tabuleiro

Quais são as peças?

Seus movimentos?

Quantidade de peça de cada lado?

O que o aluno poderá aprender com esta aula?

·       Identificar finalidades e funções da leitura a partir do reconhecimento do gênero textual (regras do jogo, textos de reportagens e informativos);

·       Trabalhar a compreensão de regras a partir da leitura de textos sobre o jogo de xadrez, sobre as suas regras e sobre a prática dos jogos em geral;

·       Aprender as regras do jogo de xadrez;

·       Utilizar a escrita para sistematização de conhecimentos recém-adquiridos;

·       Aprimorar a capacidade de síntese e registro;

·       Utilizar a produção de texto e as estratégias de revisão para ampliar a produção textual e a compreensão de aspectos gramaticais.

Duração das atividades

Uma vez por semana durante o ano todo.

Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Crianças que já estejam em fase de sistematização e consolidação da base alfabética, que consigam ler e compreendam frases e textos pequenos.

Estratégias e recursos da aula

Esta sequência didática pretende que as crianças aprendam a ler as regras de um jogo complexo. Além de realizar as atividades propostas, as crianças devem realmente jogar xadrez.

Atividade 1– conhecendo as regras do jogo:

Leia com as crianças as regras do jogo de xadrez e conduza por meio de perguntas a construção do sentido do texto. Sugerimos que as regras sejam lidas aos poucos, em aulas diferentes, comentadas uma a uma para que não fique cansativo e as crianças compreendam o funcionamento do jogo, seus objetivos e os procedimentos básicas dos jogadores.

O JOGO


Regras básicas do xadrez:

· capturar: para capturar peças do adversário move-se a peça para a casa da peça que se pretende tomar, retirando a peça do adversário do tabuleiro. No caso dos peões, move-se para frente, mas para capturar, capturam apenas na diagonal.
· cheque: quando se ataca o rei o atacante deve dizer: “cheque” porque é a peça fundamental do xadrez. 

· cheque mate: quando se ataca o rei de forma a não possibilitar a fuga o jogo terá chegado ao final e o vencedor deverá dizer “cheque mate”.
Resultados possíveis:

· Existe a possibilidade de ganhar um jogo?
1) dar cheque mate ao adversário.
2) acabar o tempo ao adversário e ter peças suficientes para dar cheque mate.
(3) o adversário desistir.

.Posso empatar?
*caso não existam movimentos possíveis para jogar e o rei não esteja em cheque.
*se o adversário não tiver peças suficientes para dar cheque mate.
*acabar o tempo ao adversário e eu não tiver peças suficientes para dar cheque mate.
*se ambos acordarem o empate.
*se houver três posições repetidas é declarado o empate.
*se houver cinquenta jogadas seguidas sem o movimento de um peão e sem capturas.

Movimentos das peças

Cada tipo de peça tem um valor e um movimento diferente. Os movimentos de cada peça são:









Rei: move-se para todas as direções pela vertical, horizontal ou diagonal, mas apenas uma casa por lance.
* um rei não pode dar xeque-mate em outro rei!
Dama ou rainha: é a peça mais poderosa do jogo, uma vez que seu movimento combina o da torre e o do bispo, ou seja, pode mover-se pelas colunas, fileiras e diagonal. Em termos de valor, não é comparável a nenhuma outra peça, a não ser a rainha adversária.




Bispo: move-se pela diagonal, sendo que nunca poderá mudar a cor das casas em se encontra, uma vez que se movendo em diagonal, não lhe é permitido passar para uma diagonal de outra cor. O valor do bispo é considerado ligeiramente superior ao do cavalo, todavia, dependendo da posição no tabuleiro, nem sempre será vantajoso trocá-lo por um cavalo oponente.




Cavalo: movimenta-se em "l" no tabuleiro (duas casas na mesma direção e uma para um lado ou para o outro). O cavalo é a única peça que pode pular sobre as outras, tanto as suas quanto as adversárias, como indo, por exemplo, desde a casa g1 para a casa f3 nos primeiro lances. Algumas das possibilidades do movimento do cavalo:





Torre: movimenta-se em direção reta pelas colunas ou fileiras. A torre é considerada uma peça forte, tendo mais valor que bispo e cavalo.





Peão: movimenta-se apenas uma casa para frente e captura outros peões e peças em diagonal. Caso uma peça ou peão fique na frente do peão, será impossível movê-lo. Somente se alguma peça adversária fique na sua diagonal acima, ele poderá capturá-la e mudar de coluna. No primeiro movimento de qualquer peão, ele poderá mover-se uma ou duas casas, a critério do enxadrista. Ao contrário das peças, o peão não mover-se para trás.
*depois de ler as regras, vocês precisam praticar o jogo, é importante que as crianças, sempre que forem jogar, tenham estas regras em mãos para procurarem, quando necessário, alguma informação ou regra. 
É importante que você reforce que é necessário recorrer à regra quando houver alguma dúvida e que ao invés de dar a resposta, você pode auxiliar as crianças a ler e a encontrar no texto a informação de que necessitam.



Regras especiais do xadrez:

Roque: o roque é um movimento de defesa do rei n no qual rei deve mover duas casas para o lado e a torre passa por cima do rei ficando ao seu lado. Existe o roque grande e o roque pequeno.
Condições necessárias: o rei não pode estar em cheque nem passar por uma casa em cheque. O rei não pode ter sido movido. A torre que faz o roque não pode ter sido movida. Não pode haver peças entre o rei e a torre.
Tomar na passagem: esta regra só se aplica quando um peão avançou duas casas e passou por uma casa defendida por um peão adversário, neste caso apenas na jogada seguinte pode o peão adversário tomar o peão como se este tivesse avançado apenas uma casa.
Promover: quando um peão chega à última casa é promovido para outra peça à escolha, exceto o rei. Normalmente é escolhida a rainha visto que é a peça mais forte.

Avaliação

Os aspectos orientados nessa proposta de avaliação serão verificados durante o desenvolvimento dessa sequência didática. O professor poderá registrar esse desenvolvimento e discutir com os alunos alguns aspectos para que sejam aperfeiçoados e para que os resultados esperados sejam alcançados, lembrando sempre que tem como objetivo que as crianças aprendam a jogar xadrez e, paralelamente, aprendam a reconhecer e respeitar as regras de um jogo.
Os aspectos avaliados serão: 

Quanto à leitura se: 

·       A criança consegue ler o texto com autonomia e compreendê-lo?
·       A palavra desconhecida à criança pergunta ou procura no dicionário?
·       Quando foi feita a leitura em voz alta a criança conseguiu fazer com ritmo e entonação?
·       As que ainda não são capazes de fazê-lo se esforçaram?
·       A criança recorre às regras escritas do jogo durante a partida?

Quanto à produção escrita se:

·       A criança recorre ao texto das regras ou a você para responder as perguntas que ela não sabe? 
·       As perguntas que a criança respondeu sozinha estavam corretas? 
·       Quando errou, a criança fez a correção necessária apontada por você? 
·       No texto produzido pelas crianças você pode observar aspectos gramaticais, de produção textual, de sequência lógica, etc. 
·       Corrija com as crianças e retome com elas aquilo que for necessário para que elas avancem. 
Quanto à habilidade de jogo: 
·       O xadrez é um jogo de prática, paciência e obediência às regras. É muito difícil que em poucas aulas a criança realmente aprenda a jogar xadrez, mas dentro do que ela aprendeu é capaz de seguir as regras do jogo? 
·       Quando o adversário faz um movimento inválido e a criança percebe, é capaz de argumentar com o colega? 

 Recursos complementares

Artigo para auxiliar a formação do professor - o jogo de xadrez como estratégia pedagógica para crianças com problemas de aprendizagem. 

quinta-feira, 27 de junho de 2013

BONECO DE PLANTAS (uma aula divertida)





Uma atividade  divertida que estou realizando  com os alunos da turma  do Reforço e  Recereação e  nas minhas aulas de Artes.Através do lúdico os alunos podem observar o crescimento das plantas. Os bonecos ainda auxiliam no estudo dos seres com vida e sem vida. Feitos de meia calça, terra e sementes  de alpiste dentro. Os bonecos podem ser enfeitados e caracterizados com olhos, nariz, boca e orelhas criando fisionomias diferentes.O corpinho feito com copos de iogurtes que as próprias crianças guardaram .Depois de montado,todas acompanham o crescimento  das sementes de alpiste brotando e formando o cabelo do boneco molhando-os diariamente. Percebendo  a importância da água na vida das plantas, assim com para nós  também ,sem água não há vida!
  

Material Necessário:
• Meia calça usada;
• Serragem; ou terra
• Alpiste ou painço;
• Material de sua preferência para olhos, boca e nariz.
• Copinhos de iogurte para a base.
Como fazer:
• Corte uma perna da meia calça;(uma perna dá pra fazer 6 cabeças)
• Coloque o alpiste ou painço;
• Complete com serragem;ou terra;
• Dê um nó e corte o restante da meia;
• Faça a modelagem em forma de bola;
• Monte a cabeça do boneco;
• Molhe a cabeça do boneco,pois  em alguns dias,
o alpiste começa a nascer dando origem
aos cabelos;
• Use sua imaginação, criando diferentes tipos de bocas, olhos e detalhes;
• Enfeite o copinho de iogurte, para fazer a base do boneco - assim, ele ficará em pé e
ainda evita de molhar ao redor já que a água ali se concentra.É bom deixar água limpa
no fundo do copinho. Todos os dias lave a base e troque a água.
Depois de pronto,trabalharemos a  produção textual, propondo aos alunos que escolham os nomes e fazer um historia com o boneco.


Ah!!..ia me esquecendo..Cada um escolheu um nome para o seu boneco(saíram cada nomes engraçados)..além de algum personagens  ou heróis conhecido pelos alunos.



Yarlei  sabe que a água é importante para o crescimento da plantinha!



Todos com roupinhas e carequinhas..rss
Lavínia cuida bem das plantinhas.


O calor dos raios de sol também ajudam no crescimento


Nomes engraçados escolhidos por cada um!

cada um usará a imaginação e criarão uma história com seu novo amigo!


.

Adicionar legenda



Poderá também ser feito com ervas.


sexta-feira, 21 de junho de 2013

Café da 3ª idade "Dia das Mães...lindo!!!

Foi com muita alegria e imenso carinho,que todas foram recebidas no grupo UNIDOS PARA SEMPRE para  comemoramos o dia das mães  no mês que passou.Não pude deixar de registrar esses momentos.além de um delicioso café colonial uma linda homenagem a todas as mamães da 3ª idade.

Leondina,D.Dodô e Sueli Segala

Sueli Sodré,Solange,Mª Ávila Conceição e D. Quininha

Apolônia e Albertina

Mª do Carmo,Nilza,Helena,Luiza,Palmira,Cecília e Nelci

Vilma,Wilma Russi e Ermelinda

kkkkk cadeirinha do pensamento?é passado...agora,mesinha do pensamento.

Helena,Olga,Mª Regina,Glorinha e Ciloca

Nair, Mª de Lurdes e Ana Cunha

Cecília ,Nelci ,Maria do Carmo e Nilza

As lembrancinhas

Lindo Porta Retrato com a foto mensagem de parabéns e biscoitos deliciosos

Como fazer: 

Lindo Prendedor..Florzinha feliz 

Molde da flor e rostinho(miolo)


Grampos de roupa,tesoura EVA


cola para EVA "fernando bond " EVA de sua preferencia para flor

Eva para base(forrar o grampo)

Corte com a tesoura de picotar,na medida do grampo .  

veja o modelo

EVA para o rostinho ,cole-o na pétala como no modelo.

Desenhe os olhos e boca..para o branco dos olhos utilizei corretivo liquido. e as bochechas sombra rosa clara.


                                       
                                                             Depois de pronto...utilize para fechar  saquinhos  ou o que desejar


Ficou show